terça-feira, 14 de junho de 2011

O POTE DE OURO....

Amor de inverno, frio, gelado como o Artico... sem vc.
Quando a Primavera chega...os botões começam a nascer...mas sem ti...não desabrocham.
Chega o verão...meu amor está cada vez mais quente...e eu sem poder compartilhar com vc.
Começa o outono...as folhas começam a cair...e com elas, quase todas as minhas esperanças.
Quando de repente...antes dos galhos ficarem sem suas folhas...vc retorna aos meus braços.
Nesse inverno...enfim começo a produzir brotos...pois estou agasalhada.
Minhas entranhas começam a reviver...sinto-me protegida.
Quem sabe nessa Primavera...eu possa florir como outrora...
Nossos amores se parecem muito com as estações do ano.
Hoje, depois desse penoso ano
Sinto ter passado por uma enorme tempestade
Que arrastou tudo que havia pelo caminho
Mas como sempre...veio a bonanza...e a vida retornou ao seu fluxo normal.
Um arco iris lindo apareceu...e vc estava nele...como se fosse meu pote de ouro
O pote de ouro do amor.

Um comentário:

  1. Parabéns, Ana Cecília! Seu blog está lindinho!!!
    E o poema??? Uma jóia!!!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir