quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

NOITE DE PRAZER


NOITE DE PRAZER
Acendi para vida em seus braços
Essa noite deslumbrei com seu perfume
Suas mãos a dedilhar minha silueta
Sua língua procurando minha boca
Deixei-me solta e senti o auge do prazer.
Despia-me como se despe o ser amado
Tiravas minhas meias...
Corpos entrelaçados como nunca antes
Corpos suados a molharem os lençóis...
Não tínhamos temor do depois
Ainda me inebrio-me com seu perfume em minha alcova...
Volte noite para ter você comigo a saciar meus desejos
De mulher menina!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário