sexta-feira, 27 de abril de 2012

Ruas cheias de sangue, alma caminha nesse sangue vivo.
Tonteia esse vivo sangue que escorre pelas entranhas do meu ser. 
Estou morrendo aos poucos. 
Quero a vida que me tiraste.
by Ana

Nenhum comentário:

Postar um comentário